Sobre desejos, escolhas, decisões e compromentimento

O principal motivo que impede as pessoas de conseguir o que quer é não saber o que quer.” – T. Harv Eker, Tony Robbins, Richard Bandler e uma porção de mentores bem sucedidos neste mundo.

A maioria das pessoas vive enviando mensagens contraditórias para si mesmas e para a Consciência de Tudo (D´us, Universo, Cosmos ou outro nome que você queira dar). Por exemplo, pode ser que você deseje ser rico e ao mesmo tempo tem medo de perder sua qualidade de vida com inúmeras horas de trabalho e sacrifício de não estar com quem ama.  Pode ser que você deseje ter um(a) companheiro(a), mas não queira perder um tempo que seria para você para cuidar dele(a) (afinal, todo relacionamento exige cultivo, cuidado).
O resultado é que seu cérebro, focando sempre onde você coloca sua atenção, uma hora te faz enxergar as oportunidades para o que você deseja ter/ser e em outras, te bloqueia a visão e os demais sentidos. Você oscila entre o sucesso e o fracasso.
Decidir, do latim decidere, é cortar fora. Você escolhe uma coisa e corta fora centenas de outras (ou como diz o empreendedor Conrado Adolpho, ´desescolhe´). Dizer ´não´ para estas centenas é o grande desafio!
Comprometer-se é um passo ainda mais adiante! É dedicar-se sem restrições, incondicionalmente. No fundo, o que acontece para a maioria das pessoas é colocar condições, coisas que você não faria para chegar onde quer (e aqui estou excluindo as ações antiéticas ou não ecológicas, ok? Nem as considero neste ´fazer para chegar lá´)
Como decidir? Como se comprometer?
Sua decisão e comprometimento só acontecem se há um ´porquê´ muito forte para você. Isso é motivação, aquilo que te move para agir. Seus motivadores mais profundos vão vir a sua mente se você responder as seguintes perguntas escutando seu coração e ouvindo a(s) primeira(s) palavras que vem a sua mente:
Para você, o que é importante, essencial na sua vida?
Para o que você está aqui?
Hoje, me tocou profundamente este texto do alpinista e escritor W.H.Murray que transcrevo aqui embaixo para você:
“Até que se esteja comprometido, sobrevém a hesitação,
a possibilidade de recuar, uma ineficiência permanente.
Todo ato de iniciativa (e criação) responde a uma única verdade elementar,
e desconhecê-la mata incontáveis idéias e esplêndidos planos:
a partir do momento em que o indivíduo se compromete definitivamente,
a Providência se move junto com ele.
Toda uma cadeia de eventos emana da decisão do individuo,
levando a seu favor todos os tipos de imprevistos, encontros
e assistência material que ninguém jamais sonharia que pudessem ocorrer dessa maneira.”
E aí, o que te move para a ação?
Beijo no seu coração,
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s